Clones de Deus...Uau!

/
0 Comments

Todas as edições do Jejum de Daniel me trouxeram novas experiências com Deus, mas essa edição foi diferente e muito, MUITO especial. Assim como tenho certeza que a próxima edição também será. E a outra e a outra e a outra...

No Domingo que passou subimos ao Monte Hermon em espírito, para agradecer a Deus por esses 21 dias (21 dias que se estenderão e continuarão sempre, pois é maravilhoso sentar aos pés de Jesus e manter-se afastado daquilo que não contribui em nada para o nosso crescimento espiritual ou que prejudica o nosso relacionamento com Deus, enfim...o Jejum de Daniel não acaba, continua) e receber Dele a revelação para nossas vidas. E a subida começou bem cedinho. 

Por volta das cinco da manhã já estava a caminho da igreja, para participar do primeiro culto, que acontece às seis aqui na Universal de Castelo Branco.

Meu amado pastor iniciou o culto e no momento da busca, não haviam palavras em meus lábios que pudessem expressar tamanha alegria que havia dentro de mim. A alegria de receber aquilo que eu busquei durante 21 dias: espírito, mente e alma renovados

As lágrimas que escorriam pelo meu rosto eram lágrimas de amor, de alegria, de prazer. Lágrimas de emoção, mas não uma emoção carnal e passageira. 

Quem viveu esses 21 dias sabe o que estou falando. Chorar de tanto rir. Rir de tanto chorar... 

Minha alma transbordava de tanta Alegria. A Alegria que só Deus pode dar - e que NADA E NEM NINGUÉM PODERÁ TIRAR.

AH! QUE DIA, QUE DIAS MARAVILHOSOS!!!


Depois do culto, fiquei na expectativa, assim como todos aqueles que participaram do jejum, de receber a mensagem do Bp. Macedo diretamente do Monte Hermon e saber qual a revelação que Deus traria para cada um de nós. E a revelação foi gloriosa!



Estava lendo no blog da d. Cris o post que ela relata a sua experiência no Monte Hermon. 

Eu não estava lá fisicamente, mas pude sentir o mesmo calor do Sol e o Vento que soprava lá.

D. Cris escreveu sobre as duas coisas que não saíram mais nem da sua cabeça (nem da minha e nem da cabeça daqueles que subiram em espírito ao Hermon).
Ontem, dia 13 de outubro, estivemos no Monte Hermon, o monte mais alto de Israel, com a Universal de todo o mundo. Foi um dia incrível! O sol estava radiante, e o vento naquele céu azulado não deixou de marcar sua presença. Não estava nem frio nem calor, estava simplesmente perfeito… perfeito porque o Espírito Santo não nos deixou descer dali do mesmo jeito que subimos! 
Desci dali com duas coisas que não saíram mais da minha cabeça: 
    O fato de que além de sermos a imagem semelhança de Deus, com o Seu Espírito, somos um clone Dele, como o Senhor Jesus em pessoa… UAU!
    Com o Espírito Dele em nós, não tem mais essa coisa de mulher ou homem, somos todos iguais – um só diante dEle, como os Anjos… AH QUE DIA!
 
Mas antes de continuar com a meditação dessas duas revelações, quero saber de você que esteve lá conosco em espírito… o que levou consigo ao descer do Monte Hermon?
O Espírito Santo (em nós) nos torna um CLONE DE DEUS. Somos como o Senhor Jesus quando esteve aqui na Terra, e é por isso que podemos fazer as obras que Ele fez e outras maiores. É muito forte!!!  

Forte também é saber que o Espírito de Deus em nós nos torna iguais. Diante Dele não há homem, não há mulher, somos como os Anjos... e por isso podemos usufruir dos mesmos direitos e das mesmas bençãos que Ele promete em Sua Palavra, sem distinção. E temos também a mesma responsabilidade: SALVAR ALMAS.

O que levei comigo ao descer do Monte Hermon?

A certeza de que TUDO EU POSSO! De que não há vergonha, não há sentimentalismo, não há medo, não há limitações...Não há NADA que possa me impedir de realizar as OBRAS DO MEU PAI. Nem mesmo TPM kkkk. Isso não é o máximo?



Leia também

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.