Perfume

perfume_00 Mulher adora e não sai de casa sem perfume...pelo menos as que conheço.

Seja ele suave, adocicado, cítrico ou até mesmo uma fragrância masculina, (de vez em quando gosto de usar o perfume do meu esposo) não tem sensação mais gostosa do que estar cheirosa. Mas perfume tem que saber comprar, armazenar e principalmente saber usar.

Algumas vezes exageramos na borrifada me incluo também, pois já aconteceu situações em que passei muito perfume a ponto de passar mal e ainda incomodar as pessoas à minha volta ou compramos algum perfume por que uma amiga estava usando e gostamos da fragrância, mas ao usa-lo o cheiro parece totalmente diferente, já aconteceu comigo também, ou entramos em uma loja e experimentamos várias fragrâncias e acabamos ganhando um nariz entupido o meu que o diga e uma dor de cabeça terrível e de quebra ainda levamos o perfume errado!

Para acertar o perfume, não basta comprar o importado mais caro, o último lançamento de uma grife francesa ou aquele que sua amiga costuma exalar quando passa. 

De acordo com especialistas em estilo e etiqueta, entre o indivíduo e o perfume deve se estabelecer uma relação harmoniosa. A percepção agradável ou completamente desastrosa de uma fragrância depende de uma série de fatores, como a adequação ao clima e ocasião para a qual é escolhida e até as características pessoais de quem a usa, como o tipo de pele.

Para não correr o risco de cometer erros confira algumas dicas para aproveitar ao máximo o perfume escolhido.

Para comprar
De manhã cedo, as faculdades olfativas estão mais sensíveis. Essa é a melhor hora para se ir atrás de um perfume. Nesse dia, é melhor não utilizar nenhum perfume para evitar as misturas ou qualquer outra referência olfativa.
Não é aconselhável experimentar mais de três perfumes. Após quatro ou cinco fragrâncias, perdemos o olfato e o mais provável é confundirmos os aromas (e ganhar a tremenda dor de cabeça já citada, dependendo da fragrância experimentada).
Jamais se deve cheirar o perfume diretamente no frasco. É preferível senti-lo à distância. A melhor coisa é borrifar um pouco no ar, cheirar e sentir a fragrância. Caso queira senti-lo na pele, as mãos são o lugar ideal. Mas não esfregue uma na outra, isso destrói a estrutura da fragrância e faz com que ela se evapore antes. 
Não se deve cair no erro de escolher um perfume porque esse fica bem em uma outra pessoa. A química pessoal o transforma.
Quando sentir que um aroma se funde à pele, se harmoniza com os sentidos e se adapta à personalidade, então é só comprá-lo.

Em cada situação um tipo de fragrância:

Entrevista de emprego: a escolha do perfume ajuda a transmitir que tipo de pessoa você é. Ele não deve deixar rastro, ser contundente demais. Evite os doces e florais ePerfume (2) aposte em aromas suaves, de preferência cítricos.

Ginástica: devem-se evitar notas doces como caramelo, baunilha e patchuli, que intensificam a sensação de calor. O melhor é usar perfumes leves e frescos que não comprometem mesmo com transpiração excessiva.
 
Praia: o álcool existente na maioria das composições pode manchar a pele. Além disso, a mistura do perfume com protetor solar, que geralmente tem fragrância forte, não é das mais agradáveis.
 
Perfume X desodorante: o melhor é usar tudo da mesma marca. Caso isso não seja possível, opte pelos desodorantes em spray. São mais leves, diminuindo o risco de 'choques' com o cheiro do perfume.

Evite usar perfume em: maternidade, na casa de pessoas doentes ou idosas e em festa de criança. Uma boa alternativa é usar água-de-colônia bem leve.

O que usar, dependendo do clima e da hora

Noite: se a idéia é que o perfume dure muitas horas, as melhores fragrâncias são as que contêm determinadas notas olfativas e estruturas com moléculas mais pesadas, que por isso fixam-se mais. Uma boa opção são os gourmets, com notas de frutas adocicadas e chocolate ou à base de baunilha.

Dia: as colônias à base de ervas ou de frutas cítricas como a laranja e o limão são as indicadas porque evaporam rápido.

Verão: pede fragrâncias frescas, como os florais verdes e frutados.

Melhor forma de guardar

Dentro de um armário, bem longe do sol e do banheiro. A exposição do perfume a luz, umidade e temperaturas elevadas desencadeia um processo de oxidação durante o qual sua fórmula perde as características originais – e o aroma sai alterado.

Evitar comprar frascos grandes demais. O prazo de validade de um perfume é, em média, de dois anos. Depois disso, a fragrância certamente não será mais a mesma e não dispensar a embalagem de papel. Ela é fundamental para a conservação do perfume.

O perfumista Kevin Verspoor, um criador de perfumes da Drom Fragrances (uma velha perfumaria de quase 100 anos que cria as misturas mais vendidas para companhias como a Gucci), dá algumas sugestões para fazer a fragrância durar o dia todo:
perfume Conheça os seus pontos. O certo é colocar o perfume nas áreas do corpo onde passam mais veias. Estes pontos são mais quentes e o calor intensifica o cheiro. Além do pescoço e dos pulsos, você pode passar perfume atrás dos joelhos, na cintura, na nuca, no decote, na parte baixa da curvatura das costas e dentro dos cotovelos. 
Aposte nas camadas. Compre a versão de água de colônia ou loção do seu perfume e passe no corpo antes de espirrar o perfume de verdade. O cheiro vai ficar mais gostoso e vai durar mais.
Tenha noção do que você está fazendo. Nas palavras do expert, “você não quer ser um aromatizador de ar ambulante”. Não fique passando o perfume várias vezes por dia do mesmo jeito que você retoca a maquiagem. Quem faz isto perde a noção de quão forte a fragrância está, já que o nariz se acostuma e neutraliza o cheiro após alguns minutos. Você deve sentir o seu perfume de leve quando você respira profundamente perto da área que recebeu o líquido – se você o sente respirando normalmente, você exagerou.

Curiosidade: Você sabia que o Brasil é o segundo maior mercado em perfumaria no mundo? Clique e saiba mais.


Para meditar:

“Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, para os que se salvam e para os que se perdem.” 2 Cor. 2:15

Cheiros…hum…Cheiro de comida perto da hora de comer, uma pizza chegando quentinha, o perfume de alguém especial. Por mais distraídos que estejamos é quase impossível não percebê-los.

Cheiros são marcantes, únicos, tanto os bons quanto os ruins. E o seu cheiro, qual tem sido?

Calma, não precisa checar o hálito ou o desodorante! A questão é: Qual tem sido a marca que você deixa por onde passa? O que as pessoas associam a você?

Cada uma de nossas atitudes exalam um odor, que pode ser bom ou ruim. Cristo deixou cheiro de amor por todos os lugares por onde passou, através da amabilidade, paciência, domínio próprio e bondade e assim trouxe paz, curou, libertou e salvou. E é essa postura que nos convida a ter (Gl 5:22-25) Esse cheiro atrai as pessoas.

O único cheiro que devemos produzir é o da adoração verdadeira, de aroma suave para Deus, através de uma entrega completa de quem somos, para que Cristo aja e encha, com cheiro de nardo puro, nossa vida e tudo a nossa volta.
    Product_333_MD Forte e cheiroso abraço!!!
    2 comentários