Tudo nesse mundo passa

Títulos, cinturões, carreira vitoriosa, invencibilidade - e até a dor que Anderson Silva sentiu na madrugada desse Domingo vai passar. Não sei a da alma...

Anderson não conseguiu de volta o tão sonhado cinturão na "Revanche do ano". Ele perdeu o combate novamente para Chris Weidman, mas dessa vez de uma maneira trágica - Só de olhar a imagem dói, imagina quebrar a perna dessa maneira!!!
Imagem retirada da internet
Por enquanto o cinturão está com o Chris, mas daqui a pouco aparece outro que vai tomar dele - quem sabe o Vitor Belfort "né"?

Se o Vitor ganhar o desafio, pode até ficar com o cinturão por um tempo, mas chegará uma hora que outro tomará dele. A não ser que no "auge" da sua carreira, ele saiba o momento de parar e venha partir para novos desafios além do octógono.

Anderson não soube - ou não pôde - fazer isso - Já ouvi dizer por aí que existem muitos intere$$es por detrás de uma luta...

Mas uma coisa é certa, invencível só existe Um. Por mais que um atleta esteja bem preparado ou seja campeão invicto na sua modalidade, isso não significa que ele vai vencer sempre. #PerderFazParte e isso é um #fato,  mas uma revanche, para tentar recuperar um título nem sempre é uma boa. Em alguns casos se torna pior do que a primeira derrota. Mas sabe como é a pressão "né"?

Anderson perdeu a primeira vez (por bobeira, excesso de confiança, subestimar o adversário e tudo aquilo que você já deve saber) e queria o cinturão de volta, mas agora vai ter de ficar parado pelo menos 6 meses para se recuperar e ainda corre o risco de ter de se aposentar precocemente, por causa da lesão. 

Se ele tivesse parado enquanto estava invicto? Se tivesse parado enquanto era considerado "o melhor lutador de todos os tempos"? 

O problema é que muitas pessoas sempre querem mais. Ser mais, ter mais, fazer mais, conquistar mais...até aí tudo bem, é natural. Porém muitas acabam se excedendo na busca pelo "mais" e é assim que muitas tem arruinado a sua vida, seu casamento, sua família, sua carreira, sua saúde...

Mas voltando ao inicio do post. Por mais brilhante que seja uma carreira, por mais cobiçado que seja um troféu ou um cinturão ou um título, um cargo, uma posição de destaque em qualquer categoria aqui nesse mundo...uma coisa é certa, vai passar. Tudo nesse mundo passa!
Postar um comentário