Feitos à imagem e semelhança de Deus

/
0 Comments
Ontem assisti, no blog do Bp. Macedo, um vídeo muito bacana da Lizzie Velasque. Eu não conhecia a sua história de vida, mas depois que vi o vídeo e pesquisei sobre ela, simplesmente estou encantada com a sua beleza. 


Sim, Lizzie é uma mulher linda, mas é linda de verdade! 

Quando Lizzie nasceu, seis semanas antes do previsto, pesava menos de um quilo e os médicos não tinham boas perspectivas para seus pais. Portadora de uma síndrome genética rara, sem nome, da qual só se conhece outros dois casos em todo o mundo, caso sobrevivesse, ela não poderia ganhar peso, e dificilmente falaria, andaria ou faria qualquer coisa que se espera que uma criança ou um adulto saudável faça. O diagnóstico foi duro. 

Mas contrariando toda a perspectiva dos médicos, Lizzie não morreu! Porém ficaram as sequelas. 

Seu peso nunca passou dos 30 quilos e ela perdeu a visão do olho direito e parte da do esquerdo. Mas hoje, aos 25 anos, além de andar e falar muito bem, Lizzie é formada em comunicação, é escritora (caminha para o terceiro livro) e palestrante motivacional. 
Foi fácil para ela? Essas conquistas foram da noite para o dia? Não, não foi.
Desde pequena ela teve de lidar com uma crueldade chamada bullying. Seus colegas a chamavam, entre muitos "apelidos", de monstro. Ninguém a queria por perto. Muitos tinham medo dela, por causa da sua aparência. 
Há alguns anos, uma pessoa postou um vídeo no Youtube com um trecho da participação de Lizzie em um programa de TV, quando tinha 11 anos, e intitulou o vídeo de "A mulher mais feia do mundo".

Mulher mais feia do mundo? Ah...se todas as mulheres (e homens também) consideradas bonitas tivessem um terço da beleza da Lizzie!

Confiram o vídeo e tirem suas próprias conclusões:




"Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança” (Gênesis 1:26)

Somos à imagem e semelhança de Deus... 

Depois que assisti ao vídeo da Lizzie eu fiquei pensando nessa passagem bíblica e definitivamente ela não se refere a aparência física. 

Muitas pessoas quando comparam sua pele, olhos, cabelos, tipo físico...com o de outras pessoas, até ficam magoadas com Deus, achando que Ele foi injusto com elas...Mas Deus NÃO É INJUSTO.

O que nos torna então semelhantes a Deus? 

Sem sombra de dúvidas o nosso interior. É nele que podemos nos tornar ilimitados, assim como Deus é ilimitado!

O diabo sabe que a única maneira de fazer com que não assumamos a nossa verdadeira identidade - que é divina, é investindo pesado no nosso interior. 

Não é a toa que ele usa outras pessoas para provocar em nosso íntimo traumas e feridas, algumas mortais. Ele trabalha diuturnamente para que nós venhamos nos depreciar, para que não creiamos no nosso potencial, para que nos comparemos com as pessoas à nossa volta e nós coloquemos para baixo, para que olhemos para a nossa circunstância, para as nossas condições e até para nossa aparência e fiquemos presas no nosso mundinho, sufocadas, presas, limitadas por causa de tantos sentimentos negativos e conflitos interiores.

A história de vida da Lizzie é linda, por que ela descobriu que é divina! 

A sua beleza não está na sua aparência física, obviamente, está no seu interior. Ela é um exemplo para todos nós, que as vezes cometemos o equívoco de permitir que certos padrões nos transforme em algo que não somos.

Tudo do lado de fora pode querer nos limitar, mas quando cai a ficha e "descobrimos" que somos feitos à imagem e semelhança de Deus, que somos divinas, aí já era! Nada pode nos fazer parar - exceto nós mesmos, é claro.



Leia também

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.