21 dias de santificação para o grande dia…ah, que dia!

/
1 Comments
Jejum de Daniel Twitter, Facebook, bate papo, MSN, programas de tv, jornais, revistas, passeio no shopping… você se “desconectaria” desse mundo, para estar conectado com Deus?
Vivemos numa época de muito entretenimento onde facilmente nos distraímos, então abrir mão de tudo isso para muitos pode parecer loucura, fanatismo, mas para milhões de pessoas na Igreja Universal do Reino de Deus  isso chama-se santificação.

Do dia 28 de Março ao dia 17 de Abril estaremos nos preparando para um dia muito especial em nossas vidas. Serão vinte e um dias de santificação e comunhão com Deus, através de orações, jejum e meditação apenas nas coisas de Deus e para isso estaremos abrindo de tudo aquilo que venha nos distrair. Momentos de lazer, programas de tv, bate papo online, MSN, Twitter, leitura de revistas e jornais seculares, músicas que não contenham letras espirituais e assim por diante. Por que fazer isso? Porque queremos nos preparar para um grande avivamento no dia 17 de Abril, aonde o bispo Macedo estará no cenáculo em Jerusalém, determinando o batismo no Espírito Santo na vida dos que ainda não foram e uma renovação na vida daqueles que já são!
Bp. Julio Freitas explica mais a respeito desse jejum e da importância do Espírito Santo para nossa vida:
Quando nos santificamos, preparamo-nos para estar junto de tudo aquilo que traz o nosso bem, quando nos separamos de Deus, juntamo-nos a tudo aquilo que traz o nosso mal.
“Tocai a trombeta em Sião, santificai um jejum, convocai uma assembléia solene…” (Joel 2.15). Sião, o monte santo, representa a Igreja do Senhor Jesus, e o que Deus quer é “soprar” o vento do Espírito Santo sobre o Seu povo. A única forma de garantir a vida eterna é tendo o Espírito Santo, a pessoa pode até querer resguardar-se nos bens que possua, nos conhecimentos, na religião, na caridade, etc…
Mas, somente através do baptismo no Espírito Santo existirá a verdadeira vida. Quantas catástrofes estão a acontecer, e não somente em países pobres, muitas delas em países riquíssimos, como o Japão. O dinheiro poderá, quando muito, reconstruir os bens materiais, mas jamais trazer de volta os que morreram nessas catástrofes. Só podemos fazer alguma coisa nesta vida, enquanto estivermos vivos, e o erro de muitos é querer “garantir” o futuro apenas com o suprimento material.
A Humanidade caminha, a passos largos, rumo à degeneração total dos valores éticos e morais, nunca se viu tanta imoralidade. O ser humano vai-se enclausurando no seu “mundo” e vão aumentando vertiginosamente os índices de suicídios, homicídios, divórcios, violência, vícios, miséria, e, quando falamos em miséria, não é só falta de dinheiro, não! É a falta de credibilidade humana. O que fazer diante de tudo isso? Deus está a chamar-nos, tem-nos dado a oportunidade de termos um espírito excelente e, consequentemente, de alcançar a vida excelente.
É óbvio que a pessoa deve investir na sua vida pessoal, esmerando-se por alcançar a felicidade sentimental, uma carreira profissional, a união familiar, a casa própria, a abertura da sua empresa, mas muito mais importante do que conquistar tudo isso será manter. E, somente quem possui um espírito excelente é capaz de conquistar e estabelecer.
Deus revelou-nos a necessidade de fazermos um jejum de santificação, não apenas renunciando ao alimento por um período de tempo durante o dia, mas ir muito além, vamos abster-nos de tudo aquilo que alimenta a nossa carne e, consequentemente, esvazia o nosso espírito. Ler revistas, jornais, literatura ficcional, assistir televisão, ficar na internet sem ser a trabalho, ir às compras, ir ao cinema, sair de férias… enfim, estaremos a entrar num período de máxima consagração para se conquistar a Presença do Espírito Santo.
Bispo Júlio Freitas
Forte abraço


Leia também

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.