Encontro e oportunidade

/
0 Comments
Um encontro que mudaria a vida de uma mulher. 

Então Jesus disse: — Quem beber desta água terá sede de novo, mas a pessoa que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Porque a água que eu lhe der se tornará nela uma fonte de água que dará vida eterna. Então a mulher pediu: — Por favor, me dê dessa água! Assim eu nunca mais terei sede e não precisarei mais vir aqui buscar água. (João 4:13-15 NTLH) 


O encontro que mudaria uma mulher com a vida toda errada. 

— Vá chamar o seu marido e volte aqui! — disse-lhe Jesus. 
— Eu não tenho marido! — respondeu a mulher. 
Então Jesus disse: — Você está certa ao dizer que não tem marido, pois já teve cinco, e este que você tem agora não é, de fato, seu marido. Sim, você falou a verdade. (João 4:16-18 NTLH)

Uma mulher com a vida toda errada, mas que esperava por um Salvador.

A mulher respondeu: — Eu sei que o Messias, chamado Cristo, tem de vir. E, quando ele vier, vai explicar tudo para nós. (João 4:25 NTLH)

O Messias estava ali, diante dela, revelando o seu estado, a sua condição de pecadora, não para condena-la, mas para dar-lhe a oportunidade de reconhecer que precisava ser salva. 

Ela reconheceu e a sua sinceridade fez com que Ele se revelasse.

Então Jesus afirmou: — Pois eu, que estou falando com você, sou o Messias. (João 4:26 NTLH)

Jesus ofereceu a mulher samaritana a Água da Vida e a partir daquele encontro, ela se tornou uma fonte a jorrar.

Muitos samaritanos daquela cidade creram em Jesus porque a mulher tinha dito: “Ele me disse tudo o que eu tenho feito.” Quando os samaritanos chegaram ao lugar onde Jesus estava, pediram a ele que ficasse com eles, e Jesus ficou ali dois dias. E muitos outros creram por causa da mensagem dele. Eles diziam à mulher: — Agora não é mais por causa do que você disse que nós cremos, mas porque nós mesmos o ouvimos falar. E sabemos que ele é, de fato, o Salvador do mundo. (João 4:39-42 NTLH)

É isso que o Senhor Jesus faz na vida daqueles que são sinceros, que reconhecem e abandonam a vida de pecados e que desejam o Salvador. Ele se revela, oferece a Água da Vida a essa pessoa e ela se torna uma fonte a jorrar.

O mesmo não aconteceu com Nicodemos.

Um homem religioso, profundo conhecedor da Palavra de Deus, mestre em Israel, mas que não conseguiu entender a mensagem do Senhor Jesus.

*Depois do seu encontro com Jesus na calada da noite, não encontramos mais nenhuma referência a respeito de Nicodemos. 

Pelo jeito ele não gostou do que a Luz revelou a seu respeito e escolheu permanecer em trevas. 

Pior. Com todo seu conhecimento, com toda a sua bagagem religiosa, suponho, não posso afirmar, que ele não tenha alcançado a salvação. 

Oportunidade ele teve. Mas a sua religiosidade não deixou aproveita-la...

E nós? Será que temos aproveitado a oportunidade?

Propósito de João. 21 capítulos. 21 dias meditando na Palavra de Deus. 

Nota: Há sim outras referências sobre Nicodemos. 

Embora já tivesse lido o Evangelho segundo João em outra oportunidade, durante o propósito nos 21 dias do Jejum de Daniel e lendo um capítulo por dia, observei cada versículo e há sim outras referencias sobre Nicodemos.

O capítulo 7 mostra que ele defendeu Jesus quando os líderes do povo estavam querendo condená-lo falsamente por causa dos seus ensinamentos. Nicodemos disse: “De acordo com a nossa lei, não podemos condenar um homem sem ouvi-lo primeiro e descobrir o que ele fez.” (vs 50)

E o capítulo 19 mostra que Nicodemos foi com José de Arimatéia, (que era discípulo em oculto de Jesus, pois tinha receio dos judeus)  para o lugar da crucificação, levando cem libras (cerca de trinta e cinco quilos) de uma mistura de aloés e mirra. Os dois pegaram o corpo de Jesus, enrolaram em lençóis nos quais haviam espalhado essa mistura e depois depositaram o corpo num túmulo novo. (vs 39-42)

Não sei se Nicodemos se converteu de fato e muito menos se ele alcançou a salvação, mas que ele foi tocado por Jesus, senão não O teria defendido e muito menos se disporia para enterrar o Seu corpo, isso não há como negar.

Talvez ele não tenha aproveitado a oportunidade da salvação no seu primeiro encontro com Jesus na calada da noite, mas se ele deixou de ser um homem religioso e aceitou a Jesus como seu Senhor e Salvador e renasceu no Espírito, com certeza foi salvo. 

*Post escrito em 27/09 e atualizado em 14/10


Leia também

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.