Palavras: Todo cuidado com elas, é pouco!

/
0 Comments
Quem pode dizer que não "tropeça" ou nunca "tropeçou" no falar? Você? Então meus parabéns!!! Saiba que você é considerado como um perfeito varão ou uma "varoa" perfeita.

Sério! Não é demagogia.Você é uma pessoa perfeita e quem afirma isso é a Palavra de Deus:

Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo. 
Tiago 3:2

Nesse caso, nem precisa continuar lendo esse post. Basta continuar não "tropeçando" nas suas palavras e certamente você estará bem, pois dificilmente se meterá em problemas, estará envolvido em "disse me disse" ou machucará alguém. Poucos indivíduos podem afirmar isso e se esse é o seu caso, novamente meus parabéns!

Na Palavra de Deus encontramos vários versículos que falam a respeito do cuidado que devemos ter com as palavras que saem da nossa boca e se Deus nos alerta tanto a respeito disso é porque Ele sabe que a nossa língua, um órgão tão pequeno, é capaz de provocar grandes estragos, se não for bem utilizada. 

No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente. Pv 10:19

O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína. Pv. 13: 3

Quem nunca abriu a boca e falou alguma besteira ou muitas besteiras na vida que levante a mão...

Acontece comigo, com você, com quase todos nós, principalmente se não dedicarmos alguns segundos a fazer algo essencial na nossa vida: pensar.

Se abrirmos a nossa boca e falarmos o que vier "na lata" ou se tudo o que vier à nossa mente, sairmos falando sem pensar e nem "pesar" as palavras,  isso certamente causará sérios problemas, para nós mesmos e também para os outros.

Se Deus nos orienta a moderar os nossos lábios e a guardar a nossa boca, com certeza é para o nosso próprio bem (e dos outros também). Ele bem sabe o poder que tem uma palavra...

O que você diz pode salvar ou destruir uma vida; portanto, use bem as suas palavras. Prov. 18:21
[...]Ora, a língua é fogo; é mundo de iniquidade  a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo inferno. 
Pois toda espécie de feras, de aves, de répteis e de seres marinhos se doma e tem sido domada pelo gênero humano;a língua, porém, nenhum dos homens é capaz de domar; é mal incontido, carregado de veneno mortífero. 
Com ela, bendizemos ao Senhor e Pai; também, com ela, amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. Tiago 3 
Veneno mortífero, fera indomável...Será que o apostolo Tiago pegou pesado ao escrever esse capítulo da sua epístola ou disse a mais pura verdade a respeito da nossa língua?

O que você me diz a respeito de fofocas, maledicências, calúnias, mentiras, praguejamentos, comentários racistas ou depreciativos? A lista é grande... Elas são como toxinas espalhadas no ar e podem sim contaminar, envenenar e até matar as pessoas. Portanto, o apostolo Tiago não pegou pesado, pelo contrário, ele foi inspirado pelo próprio Deus, assim como Salomão ao escrever o livro de Provérbios, para nos alertar a respeito do cuidado que devemos ter com as nossas palavras.

Talvez você pense: não seria melhor se Deus nos tivesse criado sem língua e se não pudéssemos falar? Porque Ele nos deu uma língua, já que ela é capaz de provocar tantos estragos?

Simples, porque não é apenas estragos que a nossa língua provoca. Através dela também podemos abençoar, edificar, fortalecer, aconselhar, salvar...mas para isso precisamos "colocar a nossa mente em ação, antes de colocarmos a nossa boca em movimento " ou seja, precisamos PENSAR para falar.

E pensar para escrever também. Ainda mais na nossa era atual, onde "falamos" com os nossos dedos.

Facebook, Twitter, Instagram, blogs, sites...Nos últimos anos ganhamos "voz" na WEB e essa "voz" ecoa pela rede; e com proporções inimagináveis."Ouvimos" de tudo na internet e o |veneno que outrora era destilado apenas com a língua, agora é destilado também através da ponta dos dedos. Ofensas, calunias, fofocas, mentiras, grosserias...podemos encontrar todo tipo de veneno destilado, não é mesmo?

Algumas pessoas que se dizem "sinceras", ao comentar uma foto ou uma postagem expressam essa "sinceridade" de forma agressiva, depreciativa ou sarcástica, sem medir as palavras. Esquecem que palavras machucam...e até matam! Matam a autoestima de uma pessoa, matam o respeito pelo próximo, matam a educação...Todos os dias vemos isso acontecer.

A apresentadora Scheila Carvalho na segunda (20) postou uma foto no Instagram que gerou muitos comentários negativos e comparações com outra apresentadora da TV, a Ana Maria Braga. Na foto, Scheila está com o cabelo bem parecido com o dela.

Eu li a noticia e acessei a página da Scheila no Instagram para lê alguns comentários e vi que algumas pessoas pegaram pesado...

"ficou horrorosa", "#meudeusqhorror#qsusto#", “gostei não, essa mulher está parecendo sua mãe, e não você”, "q ridicula"...
Esses foram alguns dos comentários. Passado um dia depois da publicação da foto a apresentadora revelou que tudo não passou de uma brincadeira - ela estava usando uma peruca e postou outra foto falando a respeito das duras criticas eu diria ofensas que recebeu.


Não sei quais foram as intenções da apresentadora ao publicar a primeira foto e não cabe a mim julga-la por isso e também não me interessa saber se ela cortou ou deixou de cortar o cabelo, esse é um tipo de informação que certamente não acrescentará nada na minha vida. A notícia me chamou a atenção, pois tinha a ver com o que estava escrevendo: Palavras.

Navegando em alguns sites ou visitando páginas no Facebook podemos lê cada coisa absurda. Pessoas escrevem o tempo todo que odeiam as outras, xingam, ofendem, inventam mentiras e na maioria das vezes nem conhecem as pessoas das quais estão falando e não estão nem aí para as consequências avassaladoras que tem uma palavra. Querem falar, falar e falar...

Palavras: Todo cuidado com elas, é pouco! Por isso devemos pensar para falar (ou escrever). Quantos problemas poderíamos evitar se tão somente pensássemos, não é mesmo?
"Todas as nossas ações envolvem escolhas. Em relação às palavras, fazemos duas escolhas importantes: Falar ou permanecer calado [...] Um verdadeiro sinal de sabedoria é saber escutar, quando falar e quando conter a língua." 
Eu li essa frase e a escolhi para finalizar esse post, desejando ardentemente que Deus nos dê essa sabedoria, para que possamos fazer a escolha certa na hora de usarmos as nossas palavras, sejam elas faladas ou escritas. Nos ajuda Senhor.


Leia também

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.