Um amor para ser lembrado todos os dias

Deus nos amou tanto, ao ponto de fazer um grande sacrifício: entregar o Seu próprio Filho para ser moído, ultrajado e morto por cada um de nós, para salvar a nossa alma e nos resgatar dos grilhões da morte.
Porque Ele me amou, hoje eu posso viver! Porque Ele me amou, hoje eu tenho paz! Como posso me flagelar e me entristecer sabendo que sou tão amada?
Jesus, o Filho de Deus, foi desprezado e rejeitado; ferido por causa das nossas transgressões, esmagado por causa das nossas iniqüidades. Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a boca, não reclamou. Foi açoitado,  esbofeteado, teceram uma coroa de espinhos e puseram sobre sua cabeça, mas Ele apenas disse: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem! 


Deus poderia ter interferido e acabado com tanto sofrimento, mas Ele nos amou tanto, que não poderia voltar atrás na Sua decisão de dar o Seu Filho por nós, Ele sabia que aquele sacrifício não seria em vão!
Jesus morreu, mas Ele ressuscitou e está vivo! E porque Ele vive, podemos crer no amanhã, na nossa salvação; tudo por causa do grande amor que Deus teve por nós e que deve ser lembrado todos os dias das nossas vidas.
Finalizo essa postagem convidando você para assistir a esse vídeo com a belíssima canção Porque Ele vive, que mostra as cenas do filme A paixão de Cristo. Mas lembre-se: o sacrifício que Deus fez por nós, não foi fictício, mas real e se você ainda não entregou a sua vida para Ele, aproveite e faça isso hoje mesmo, reconheça o Seu sacrifício e por toda a sua vida (não apenas durante uma semana) lembre-se que Deus amou e ama você.


Forte abraço!
Postar um comentário