Porque participar do Jejum de Daniel?



Hoje estava lendo o blog do Bp. Macedo e meditando numa postagem que mostra o porque precisamos participar do Jejum de Daniel - mesmo sendo uma pessoa já selada com o Espírito Santo.

O bispo  respondeu de uma forma simples e direta: pelo mesmo motivo que depois de uma grande conquista, não podemos parar de manifestar a fé, pois o nosso Deus é Fonte inesgotável de Vida e trabalha o Seu Poder na mesma medida em que trabalhamos a nossa confiança e nos lançamos.

Ele disse ainda que a Obra do Espírito Santo não se limita apenas ao Batismo. Podemos ir além em nossa comunhão com Deus a ponto de atingirmos experiências novas e maiores. Podemos receber inspirações, revelações, grandes ideias, pois todas elas também são Obra dEle e benefício exclusivo que é concedido àqueles que O buscam com sede.

Para que pudéssemos entender de uma maneira mais clara o bispo citou a passagem bíblica que mostra uma conversa entre o Profeta Eliseu e uma viúva pobre:


“Eliseu lhe perguntou: Que te hei de fazer? Dize-me que é o que tens em casa. Ela respondeu: Tua serva não tem nada em casa, senão uma botija de azeite. Então, disse ele: Vai, pede emprestadas vasilhas a todos os teus vizinhos; vasilhas vazias, não poucas. Então, entra, e fecha a porta sobre ti e sobre teus filhos, e deita o teu azeite em todas aquelas vasilhas; põe à parte a que estiver cheia. Partiu, pois, dele e fechou a porta sobre si e sobre seus filhos; estes lhe chegavam as vasilhas, e ela as enchia. Cheias as vasilhas, disse ela a um dos filhos: Chega-me, aqui, mais uma vasilha. Mas ele respondeu: Não há mais vasilha nenhuma. E o azeite PAROU.” II Rs 4.2-6

Por que está escrito PAROU em vez de ACABOU? Perguntou o bispo. E a resposta, continuou ele, é que é impossível que uma coisa dada por Deus tenha limite e acabe, quanto mais o Seu Próprio Espírito! O azeite parou porque a mulher não apresentou mais vasilhas vazias, pois, se assim fora, ELE as encheria todas.

É claro que a viúva resolveu seu problema pagando a dívida e vivendo do resto, mas ela poderia ter ido além.

Assim somos nós, no que se refere ao Espírito Santo. Quando somos batizados resolvemos o nosso problema interior, mas podemos ir além. 

Enquanto vivermos neste mundo, se nos apresentarmos a cada dia diante de Deus vazios de nós mesmos, de projetos pessoais e terrenos, de sentimentos e afetos, e buscá-lO com apetite, com certeza a Obra dEle em nossa vida se estenderá muito além do batismo. 

Essa é a minha fé e por isso não fico (e nem pretendo ficar) de fora de nenhuma das edições do Jejum de Daniel. Quantas vierem estou dentro, pois quero cada dia me esvaziar de mim mesma e das coisas desse mundo e me encher mais e mais do Espírito. Desejo que a Obra dEle em minha vida vá além do batismo, por isso sigo na fé! E você?

#JejumDeDaniel
#Off para as coisas desse mundo.
#On para as coisas de Deus.


...enchei-vos do Espírito" (Efésios 5:18)
Postar um comentário