Deus tem sonhos, planos, projetos, propósitos...


Na novela "Os Dez Mandamentos" Bezalel decidiu abrir mão da vida no palácio e passará a viver no meio do seu povo, os hebreus. Ele não sabe quais são os planos de Deus para sua vida, não sabe nem mesmo quais serão as lutas e dificuldades que enfrentará a partir da sua decisão, mas está disposto a pagar o preço pois carrega dentro de si a certeza de que está fazendo a coisa certa. Ele quer é agradar a Deus! E Deus, é claro, não poderia ficar indiferente a essa decisão.

“Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência em todo artifício, para inventar invenções, e trabalhar em ouro, e em prata, e em cobre, e em lavramento de pedras para engastar, e em artifício de madeira, para trabalhar em todo lavor.”
Êxodo 31:2-5 ARC

Bezalel foi escolhido por Deus para construir a Arca da Aliança. Poderia ter sido seu pai ou seu avô, mas Deus o escolheu. Na novela estamos vendo que a escolha de Deus não foi por acaso.

É claro que a Bíblia não conta as histórias paralelas que estamos vendo na novela, mas eu creio que assim como a Bíblia - que foi escrita por homens - foi inspirada por Deus e é por meio dela que Ele fala conosco, a novela também tem sido inspirada por Ele, pois cada capítulo nos trás uma lição de fé. #DeusTemSeusMeios


Quando decidimos abrir mão das nossas vontades e das regalias que esse mundo nos oferece para servirmos e agradarmos a Deus, não imaginamos o rumo que a nossa vida irá tomar a partir dessa decisão. Mas Deus sabe.

E Ele tem sonhos, planos, projetos, propósitos e nós podemos ser incluídos neles a partir da nossa decisão de querermos agrada-Lo e servi-Lo.

Quando deixamos de nos curvar aos reis desse mundo e passamos a reverenciar - através das nossas ações, sacrifícios, renuncia - ao nosso Soberano e Único Senhor.

Senhor de todas as terras, céus, mares, universo...

Àquele que pode nos dá a coroa da vida e que nunca colocará sobre nós um jugo de escravidão, pelo contrário. Ele nos chama para sermos livres!


Postar um comentário