Ele era "o cara". O cara que não conhecia a Deus...

/
0 Comments

Hoje pela manhã estava meditando no capítulo 29 do livro de Jó, onde ele se lembrava de como era a sua vida antes de ter acontecido tudo que aconteceu com ele e nesse capítulo podemos observar que Jó era "o cara".

Bem sucedido, bem conceituado, todos o admiravam, pois ele era um homem que fazia muitas obras e sua conduta era ilibada, por isso ele era um referencial para muitos.

Ele assentava-se entre os príncipes, os idosos ficavam de pé perante ele e as autoridades se calavam.

Jó era correto e justo. Não havia nada de errado com ele.

Ele era como aquela pessoa "boazinha", que quando acontece algo de ruim na vida dela todos nós ficamos nos perguntando o porque...

Mas Jó, mesmo sendo um homem próspero, abençoado e bem conceituado. Mesmo ele sendo um homem que era:

“...olhos para os cegos e pés para os aleijados. Pai dos pobres e defensor dos direitos dos estrangeiros e que acabava com o poder dos exploradores e livrava das suas garras as vítimas.”
Jó 29:15-17 NTLH.

Mesmo ele sendo um homem que:

"Quando acabava de falar, ninguém discordava. [Suas] palavras entravam na cabeça das pessoas como se fossem gotas de água na areia. Todos as esperavam ansiosos, como se espera a chuva no tempo de calor.” 
Jó 29:22-23 NTLH

Mesmo com tudo APARENTEMENTE bem, Jó estava MAL. Ele era "o cara", mas "o cara" que NÃO CONHECIA A DEUS.

Jó, até então, só tinha ouvido falar de Deus, mas não tinha tido nenhuma experiência com Ele e arrisco a dizer, na minha ignorância, que tudo que ele havia alcançado foi um resultado natural, por causa das sementes que ele plantou ao longo da sua vida.

Ele era um homem temente a Deus, reto, íntegro e se desviava do mal e existem pessoas que também são assim. Algumas nem vem na igreja. E são prósperas, bem conceituadas, são caridosas, são referenciais, são tão boazinhas...Assim como Jó.

Mas tudo que aconteceu na vida de Jó, todas as "desgraças" que sobrevieram sobre ele teve um propósito. Deus não permite que nada aconteça em nossa vida sem um propósito.

Jó havia se tornado um homem orgulhoso e não havia se dado conta disso. Sem perceber, até porque estava tudo certinho na sua vida, ele estava distante de Deus.

De nada adianta uma pessoa ser boazinha, ser abençoada financeiramente, ser bem sucedida, ser referencial para muitas pessoas por causa da sua conduta ilibada, fazer muitas obras, estar entre as autoridades ou pessoas famosas...mas não conhecer a Deus.

Essa deve ser a nossa busca diária. Não podemos nos enganar com o fato da nossa vida estar toda certinha, de não fazermos "nada" de errado, de termos responsabilidades na igreja, de sermos referenciais para quem quer que seja.

Devemos sim, buscar conhecer e ter experiências com Deus e prosseguir fazendo isso TODOS os dias da nossa vida. Isso é o mais importante.


#ParaReflexao
#JejumDeDaniel
Off para as coisas desse mundo.
On para as coisas de Deus.




Leia também

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.